quarta-feira, 6 de dezembro de 2006

CRUCIFIED BARBARA


Essa banda irada é uma interessante mistura de hard rock e heavy metal.

Banda sueca formada por:
Ida Evileye (baixo)
Karla Force (guitarra)
Mia Coldheart (vocais e guitarra)
Nicki Wicked (bateria)




começaram a tocar em 1998, fazendo punk rock e grunge. O nome da banda surgiu há muitos anos, quando elas estavam assistindo ao Roskilde Festival, na Dinamarca, e viram uma boneca inflável pregada numa cruz de madeira. Na Suécia, as bonecas infláveis são chamadas de “barbara”.


O punk sempre foi uma referência para a banda, até os dias de hoje.
Pelo menos por aqui foi o primeiro país fora da Europa em que o disco “In Distortion We Trust” saiu___ hehehe


Elas arrasaaaaaaam na França, só no ano passado, foram 4x e os franceses a amam!! Iuuuupiiieeeee melhor pra euzinha aki q tô indo pra lá!
A banda Lemmy, outra massa, gravou uma música com elas, ficou irado, meo, tem um bônus da versão de Killed By Death, q ficou ainda “mais melhor” hehhe



Elas misturam influências de Motörhead, Guns´n Roses e Metallica atual.



Crucified Barbara é uma banda muito segura com um ótimo disco que convence com sobras e merece uma boa conferida, provando o que todos já sabem: que há mais de duas décadas este gênero musical vem sendo muito bem representado também pelas mulheres. Bom, retratando: com exceção de certas “ninjas” perdidas por aí...


CRUCIFIED BARBARA – In Distortion We Trust
(2005 – GMR Records / Hellion Records)
01. Play Me Hard
02. In Distortion We Trust
03. Losing The Game
04. Motorfucker
05. I Need A Cowboy From Hell
06. My Heart Is Black
07. Hide ´Em All
08. Going Down
09. I Wet Myself
10. Rock´n´Roll Bachelor
11. Bad Hangover

São 11 faixas que não passam dos quatro minutos, muitíssimo bem tocadas e empolgantes. Todos os instrumentos têm seu momento, sendo ótimo escutar somente o baixo e bateria em várias canções - esta seção rítmica é realmente muito boa! - para depois entrar as guitarras numa explosão de distorção. Outro detalhe que merece comentários são as letras, cheias de palavrões e chavões enaltecendo o sexo e o rock´n´roll (que tal esta: “...eu dediquei meu amor a uma Flyng V...”).


Um comentário:

Soraya disse...

uaaau amora, essa banda arrasa mesmo, eu também amo essa banda. nós amamos Crucified Barbaraaa \o/
\o\
\o/
/o\